A sabedoria é uma canção
A sabedoria é uma canção. Não é seriedade, é descontração; não é triste, é comemorativa.

Se a sabedoria não for uma canção, não é verdadeira: é apenas um conhecimento, mero conhecimento. Ela só finge ser sabedoria.

Mas a sabedoria verdadeira, que pode se tornar uma canção, que no fim realmente se torna uma canção, só nasce da meditação.

Não há outro meio.

Osho, em "Meditações Para a Noite"
Imagem por shidairyproduct
Marcadores: 0 comentários | | edit post
BERINJELA COM GENGIBRE

Ingredientes

4 Berinjelas japonesas (fina e comprida)
3 colheres de sopa de sal
1 Litro de óleo
2 Litros de água
1 escorredor para gordura.
1 xícara de chá de cebolinhas em rodelas bem finas

MOLHO
100 ml de shoyu
50 ml de água
20 gr de gengibre amassado
1 pacote de tempero a base do peixe Bonito
alho frito em flocos

Modo de Preparo

Corte a berinjela em rodelas grossas, com aproximadamente 2 dedos
de espessura. Salpique o sal e mexa bem com as mãos, até que
todas elas estejam salgadas. Após 10 minutos, lave bem todas elas
e seque com o auxílio de um pano. Coloque o óleo para ferver,
jogue um palito de fósforo dentro, assim que o palito acender,
está no ponto.
Com o auxílio de uma escumadeira, coloque as berinjelas para
fritar, conte 20 segundos e retire imediatamente, jogando-as no
recipiente com água para dar um choque térmico e tirar o excesso
de óleo.
Conte 20 segundos e tire-as da água, colocando em um escorredor e
as deixe descansando. Após fritar todas, e já ter escorrido pelo
menos 10 minutos, coloque-a no recipiente que será servido, bem
unidas umas com as outras. Acrescente o molho com a ajuda de uma
colher, molhando todas.
Finalize com a cebolinha para decorar. 
  
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Bala de Gengibre

Ingredientes

- 1 kg de açúcar refinado
- 100 g de gengibre ralado (ralo médio)
- 1 colher de (sopa) margarina
- 1 copo (tipo americano) de suco de limão
- Margarina para untar

Modo de Preparo

Numa panela fora do fogo, misture açúcar refinado com gengibre
ralado, margarina e suco de limão.
Leve ao fogo médio (sem mexer) e deixar ferver até dar o ponto de
bala (aproximadamente 15 min).

Dica: para ver o ponto de bala, é só encher um prato com água
gelada e ir pingando a calda até obter o ponto de bala dura.

Despeje a bala de preferência num mármore untado com margarina. 
Com a massa ainda quente (suportável ao toque das mãos), retire
pequenas porções pelas bordas (do tamanho que desejar fazer a
bala), pois as bordas esfriam primeiro e endurecem rápido.
Faça bolinhas com a palma das mãos ou no formato que desejar.

Dica: unte as mãos com margarina para não grudar. Vá colocando
sobre uma superfície untada com margarina até que as balas
estejam frias. 
Depois de frias, embrulhe-as em papel celofane.

Para fazer pirulitos:

Retire porções um pouco maior da bala e faça uma bolinha e espete
em palito próprio para pirulito, tomando o cuidado para que o
palito não se desprenda da bala.

Coloque os pirulitos sobre superfície untada com margarina, deixe
esfriar completamente e embrulhe em papel celofane.

Do Site Mais Você.
  
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Aprenda a Linguagem do Silêncio
Sempre que você se aproxima de alguém, sempre que há algum tipo de amor, o silêncio vem e não há nada a dizer. Na verdade, não há nada a dizer — não há nada. Com um estranho, há muito a dizer; com os amigos, nada a dizer. E o silêncio se torna pesado porque você não está acostumado com ele.

Você não sabe o que é a música do silêncio. Você só conhece uma maneira de se comunicar, e essa é verbal, por intermédio da mente. Você não sabe como se comunicar por intermédio do coração, coração a coração, em silêncio.

Você não sabe como se comunicar apenas estando ali presente, por intermédio da sua presença. Você está evoluindo, e os padrões antigos de comunicação estão ficando insuficientes. Você terá de desenvolver novos padrões de comunicação não-verbal. Quanto mais alguém amadurece, mais necessária é a comunicação não-verbal.

A linguagem é necessária porque não sabemos como nos comunicar. Quando sabemos como fazê-lo, pouco a pouco, a linguagem não é necessária. A linguagem é apenas um meio muito primário. O meio verdadeiro é o silêncio.


A linguagem é necessária para aproximar pessoas com quem você não tem um relacionamento amoroso. A não-linguagem é necessária para pessoas com quem você tem um relacionamento amoroso.

Osho, em "Intimidade: Como Confiar em Si Mesmo e nos Outros"

Imagem por Aparecida Camilo.
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Estatuto da Criança e do Adolescente ganha versão indigenista
Noticias da Amazônia - 3 de abril de 2009
Com a participação de colaboradores, a Funai elaborou a primeira versão do Estatuto da Criança e do Adolescente comentado à luz da legislação nacional e internacional e à luz da antropologia e dos direitos dos povos Indígenas.  Na manhã desta quarta-feira (01), servidores do órgão indigenista discutiram pontos fundamentais, como o conceito de família, adoção, intervenção penal e da atuação dos Conselhos Tutelares, ressaltando sempre a importância de subsidiar o diálogo entre os Conselhos e as comunidades indígenas.
Para democratizar o diálogo, foram convidados o Secretário Executivo do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Benedito dos Santos, a Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal, Ella Wiecko Castilho, a antropóloga representante do Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB), Rita Laura Segato e a antropóloga representante da Comissão de Assuntos Indígenas da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Elaine Moreira Lauriola.
O Secretário Executivo do Conanda, ressaltou a importância de universalizar os direitos da criança e do adolescente e definir as especificidades da população em geral, trabalhando as demandas locais.  Segundo ele, Dourados/MS, por exemplo, tem um dos maiores números de população indígena e não tem um Conselho Tutelar, sendo que hoje existem 5 mil Conselhos Tutelares no Brasil, com 72 mil pessoas trabalhando para os direitos da Criança e Adolescente.  Santos acredita que é necessário criar uma política de inclusão para as crianças indígenas.  "É preciso juntar lideranças indígenas e Conselho Tutelar, construir novos códigos, negociar com as soberanias e ter a esperança de constituir o debate de forma mais eficaz", esclareceu.  Para a Antropóloga Elaine Lauriola, antes de tirar uma criança de sua aldeia é preciso pensar como ajudá-la, como trabalhar essa questão do ponto de vista antropológico, e nesse sentido pensar qual o papel do Conselho enquanto interventor.
Os participantes concluíram que, ainda há muitas reflees sobre o que fazer já que trata-se de um tema complexo e delicado.  O debate culminou com o agendamento de uma grande reunião envolvendo lideranças indígenas para um diálogo jurídico, em Dourados/MS, com o objetivo de fomentar o diálogo de saberes e o pluralismo jurídico.  Além disso, foi sugerida uma próxima reunião de trabalho, nas instalações da UnB, com advogados indígenas para discussão do ECA comentado, que contará, também, com a participação de acadêmicos do curso de Direito.
Campanha "Índio Cidadão Brasileiro"
A Funai em seu trabalho junto aos povos indígenas, tem se deparado cada vez mais com questões que afetam os direitos das crianças e dos adolescentes indígenas.  O ECA embora tenha como princípio o respeito à diversidade cultural das crianças e adolescentes brasileiros, tem gerado conflitos e preconceitos na sua aplicação junto aos povos indígenas, ao invés de garantir a proteção, como se propõe.  Nesse sentido, a Funai promove desde 2004 a campanha "Índio Cidadão Brasileiro" pelo respeito ao direito diferenciado dos jovens e crianças indígenas na aplicação do ECA, com a realização de diversas oficinas para debate do tema.
Faça o seu coração vibrar
A sociedade lhe ensina: "Opte pelo conveniente, pelo confortável. Opte pelo caminho batido no qual seus antepassados e os antepassados de seus antepassados, desde Adão e Eva, já caminhavam. Essa é a prova — tantos milhões de pessoas já o percorreram, não pode ser o caminho errado."

Mas lembre-se de uma coisa: a multidão nunca passou pela experiência da verdade. A verdade só aconteceu a indivíduos.

Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as conseqüências.

Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar"
Imagem por pulguita
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
  • About Me

    Minha foto
    Aparecida Camilo
    Uma mulher que busca todos os dias me tornar uam pessoa melhor.
    Visualizar meu perfil completo

    Followers

    Estatísticas

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs