Raiva


É uma infecção produzida por um vírus,
que acomete o cérebro e a medula espinhal,
provocando inflamação e irritação.
causas
O vírus fica hospedado na saliva dos animais infestados,
e a infecção transmite-se pela mordida ou lambida,
tanto aos seres humanos quanto aos outros animais.
Quando o vírus entra no organismo, é transportado
até a medula e o cérebro, onde inicia a reprodução.
Depois, desloca-se para as glândulas que produzem
saliva, através da qual pode novamente ser transmitido.
Muitos animais podem contagiar aos seres humanos:
cães, morcegos, gatos, raposas e, em menor medida,
ratos e camundongos.
sintomas
A raiva geralmente começa com mal-estar e febre,
depressão e inquietude. N uma quinta parte
dos casos, apresenta paralisia nos membros inferiores,
estendendo-se por todo o corpo. Depois, a inquietude
evolui em uma agitação e produção de saliva inusitada,
ocorrendo espasmos muito dolorosos na garganta e
nas cordas vogais. Essa sintomatologia apresenta-se
entre 30 e 50 dias posteriores ao contágio, e a incubação
estende-se entre os 10 dias e um ano.
diagnosticos
É necessário a observação e o exame de um animal que
tenha mordido uma pessoa, para descartar a presença
do vírus da raiva nele. Não pode ser avaliada com
testes laboratoriais uma pessoa mordida por um animal,
até não existirem sintomas, por exemplo a inflamação
cerebral (encefalite). Quando existe sintomatologia,
a análise microscópica de uma amostra de pele pode
advertir se o vírus entrou nesse organismo.
tratamentos
A vacinação ajuda na prevenção da raiva em pessoas que,
pelo seu trabalho ou atividade, encontram-se em
contato com animais que, eventualmente, possam ser
transmissores do vírus. Quando o risco de exposição é alto,
a vacina deve ser reforçada a cada 2 anos. O tratamento
anti-rábico deve começar logo depois de produzida a
mordida de um animal, sempre que não tenha sido
comprovado que não possui raiva. Certas medidas
(limpeza da área contaminada, injeção de imunoglobulina
-50% na região da mordida- , cinco doses da
vacina anti-rábica - no dia da mordida e nas semanas sucessivas-)
impedem o desenvolvimento da doença. Esse
procedimento é fundamental, pois ainda não foram
identificados os recursos para deter a raiva depois que
desaparecem os sintomas.

Fonte: http://www.saude.com.br
Marcadores: | edit post
0 Responses

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
  • About Me

    Minha foto
    Aparecida Camilo
    Uma mulher que busca todos os dias me tornar uam pessoa melhor.
    Visualizar meu perfil completo

    Followers

    Estatísticas

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs