O Mau Hálito tem Cura?


Dr. Penteado
Mais de mil alunos já se formaram sob a orientação d
o médico e de sua equipe. Professor Penteado também
tem um programa no canal CNT e nas emissoras de
rádio Globo, Tupi e Manchete. Nesta entrevista ao
saude.com.br, o especialista fala sobre o mau hálito,
um problema social que aflige milhares de pessoas e
ainda é considerado pela população um grande tabu.
De acordo com Dr. Penteado, quem tem mau hálito
sofre de halitose. Ele explica que as causas desta doença
podem ser digestivas ou não, e existem dois tipos:
a real e a irreal ou psicogênica. A halitose real
vem de causas orgânicas como as digestivas, bucais,
pulmonares ou da rinite, faringite e sinusite. No caso
da irreal ou psicogênica as causas são imaginárias.
"O paciente acha que tem mau hálito devido aos
comentários que ouviu de outras pessoas. Um exemplo
típico é quando uma esposa ciumenta fala para o marido
que ele tem mau hálito com o intuito de afastá-lo de
outras mulheres e o indivíduo acaba acreditando.
A halitose traz um problema de convívio social e
até separações de casais", declara Dr. Penteado.
Segundo o médico, a língua é a grande vilã do mau
hálito. Ele afirma que o correto é tratá-la como higiene
e não como profilaxia da halitose. O especialista fala
ainda sobre a dificuldade das pessoas em comentar o assunto:
"Geralmente o marido não diz para mulher que ela tem mau
hálito e vice-versa. Tudo acaba se complicando porque fica
cada vez mais difícil descobrirmos se temos ou não
mau hálito. Nosso olfato é bem primitivo e nos acostumamos
com o cheiro. Às vezes, as crianças, por serem mais sinceras,
dizem a verdade e só assim percebemos e procuramos algum auxílio".
Para diagnosticar melhor a halitose o especialista indica um exame
realizado com o aparelho Hallimeter . Segundo o médico, é possível
descobrir se a pessoa tem mau hálito ou não, e também quantificá-lo.
Dr. Penteado afirma que no Brasil existem apenas 5 aparelhos
como este, sendo que dois estão em sua clínica. O tratamento
completo da halitose inclui o exame e consultas com dentista,
nutricionista, otorrinolaringologista, clínico geral e psicólogo.
O Dr. Penteado explica que após o paciente passar pelo 
exame e pelas consultas com os especialistas, é feito um relatório 
onde se indica o tratamento adequado para cada caso. 
De acordo com o médico, o percentual de cura é muito grande 
e novas tecnologias já estão chegando para atender o pequeno 
número de pacientes que não conseguem um resultado satisfatório 
durante o tratamento. Dr. Penteado diz que o grande obstáculo 
é o financeiro, porque nenhum convênio cobre o tratamento 
da halitose e muitas pessoas não podem pagar por um serviço 
especializado.
 
Fonte: http://www.saude.com.br 
Marcadores: | edit post
0 Responses

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
  • About Me

    Minha foto
    Aparecida Camilo
    Uma mulher que busca todos os dias me tornar uam pessoa melhor.
    Visualizar meu perfil completo

    Followers

    Estatísticas

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs