Um milhão de aranhas para produzir um raro tecido dourado.


Para produzir esta peça única de pano dourado, setenta pessoas passaram quatro anos coletando mais de um milhão de aranhas. Outras doze, ficaram encarregadas da extração da teia para a confecção do tecido. Foram retirados cerca de 24 metros de teia de cada aranha e o resultado final foi este tecido que, atualmente, é o maior do mundo fabricado naturalmente com seda extraída de aranhas.
A espécie escolhida foi uma aranha tecedeira de Madagascar que produz fios de seda dourados e, para a extração da teia, foi usada a réplica de uma máquina inventada entre os anos 1880 e 1890, capaz de coletar teia de até 24 aranhas ao mesmo tempo. Devido a baixa produção, pois as aranhas só produzem a seda na estação chuvosa, calcula-se que foram utilizadas mais de um milhão de aranhas para a conclusão do projeto.


A teia de aranha é um material muito cobiçado por pesquisadores pois é mais forte que o aço ou o kevlar, mas muito mais flexível. Até hoje, os cientistas enfrentam problemas para produzir seda aracnídea artificialmente e a criação de aranhas, diferentemente da criação de bicho-da-seda, mostra-se inviável devido ao alto grau de agressividade das espécies de aranha.

O método utilizado para a fabricação do tecido está longe de ser comercialmente viável ou cientificamente interessante e foi idealizado somente para podermos apreciar a beleza de um tecido produzido por mais de um milhão de aranhas. A peça está exposta no Museu de História Natural de Nova York.

Fonte: Wired, extraído do site Portal das Curiosidades
Marcadores: | edit post
0 Responses

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
  • About Me

    Minha foto
    Aparecida Camilo
    Uma mulher que busca todos os dias me tornar uam pessoa melhor.
    Visualizar meu perfil completo

    Followers

    Estatísticas

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs